Sexta-feira, 4 de Abril de 2008

LABIRINTOS


E foi assim que aconteceu…
Na era das flores e dos campos do meu ciclo vital
Encontrei a conjugação certa e determinada
Do verbo silencioso da razão normal
Dos predicados do coração
Sim… ou talvez não
Foi nesta idade que chegou a poesia
Desafiou-me no meu labirinto
Intimou-me com a sua beleza
Brincou com a minha fraqueza
Tocou-me ao de leve na mão
Não sei de onde veio
Se veio do meus invernos
Ou dos rios onde banho os meus pés
Não sabia o que responder
Os nomes ou as palavras que devia dizer
O que devia olhar ou quando devia desmaiar
Quando as linhas eram ténues e fracas
Quando as palavras tocavam a razão e não o coração
Quando era vã e crua a decifração
Mas a minha boca não tinha outro caminho
E eu, ser infinitésimo
Bebido pelos mistérios
Que me sentia uma parte pura do abismo
Tímido ao milésimo
Olhei nos teus olhos, poesia
E de repente se fez dia

Foto: Walk to you - Marcos Sobral (olhares.aeiou.pt)

publicado por raulcordeiro às 11:05
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 3 de Abril de 2008

SOU A PAUSA E O MOVIMENTO

Fico balançando entre o ir e o ficar
Meu movimento espalha-se, imóvel estátua
Não quero conhecer desta doença a causa
Fico ou vou, vivo a minha pausa
Imerso nesta sombra, calor de frágua
Papel, caneta, livros, lápis, horizontes
Descanso à sombra dos seus nomes
Enquanto a luz da minha janela pulsa
Barcos, marés, espaços, ar, terra e pontes
Na minha própria transparência
Leio a minha sílaba invariável que sangra
Qual cena de teatro espectral de essência
De colar de única e negra missanga
Observo-me no meu espaço
E o meu momento espalha-se, imóvel
Na ligeireza de um traço
Numa cena de teatro confusa de medos
Não revelo os meus segredos
Fico ou vou? Sou a pausa

publicado por raulcordeiro às 12:00
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 2 de Abril de 2008

PALAVRAS COM MÚSICA (Katie Melua - Nine Million Bicycles)


publicado por raulcordeiro às 22:43
link do post | comentar | favorito

AS MINHAS DESCULPAS


As minhas desculpas
Porque não posso estar em todo o lugar nos mesmos tempos
Por ser homem de imensos contratempos
De viver neste mundo a esta hora
Por abrir a tua caixa de Pandora
De não saber dançar a tua dança
Por este jeito inocente de criança
Por existir assim simplesmente
Por esculpir teu corpo na minha mente
Pelas minhas lágrimas salgadas
Por sentir as madrugadas
Às árvores que morreram para que esta folha nascesse
A quem fez com que este poema se fizesse
Às grandes perguntas com pequenas respostas
A quem gastou em mim uma aposta
Por verter neste escrito uma ideia pateta
A quem acha que sou poeta



Foto: Awaken (VI-1º Contacto) - Jet... (olhares.aeiou.pt)

publicado por raulcordeiro às 14:44
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 1 de Abril de 2008

MY DREAM OF WIND


Because you aren´t only a wind in my tree prefix = o />

You are the tree I have to catch

I like to think this is true

That keeps me alive and free

Ready to love someone like you

Love you so much like I do


Because you aren´t the voice of my song

You are the song of my voice

I like to think this is true

That keeps me dancing with no choice

Ready to walk in the night

Ready to dance all night long


Because you are the woman in my dream

And you are simply a dream of woman

I like to think this is true

I like to think my sky is blue

Is true and you know what I mean


Because you aren´t only a wind in my tree

You are the tree I have to catch

I like to think this is true

That keeps me alive and free

Ready to love someone like you

Love you so much like I do


Because you are the woman in my dream

And you are a dream of woman

I like to think this is true

I like to think my sky is blue

I like to think this is true

Foto: ... human... - Ricardo Costa TattooDevil (olhares.aeiou.pt)


publicado por raulcordeiro às 23:35
link do post | comentar | favorito

POEMA DO UNIVERSO


Na praia à noite sozinha embala a tempestade
Como uma mãe que agita no seu colo
Para cá e para lá o canto da sua canção de verdade
Soneto do mundo, o seu protocolo
E canta para o seu rebento esta canção
Todas as esferas, cultivadas, não cultivadas, pequenas, grandes, sol, luas, planetas
Todas as distâncias de tempo, todas as formas inanimadas
Todas as almas, todos os corpos vivos, as borboletas
Todos os processos gasosos, aquosos, vegetais, minerais, os peixes
Todas as nações, cores, barbaridades, civilizações, a língua
Todos os escuros, os claros, as luzes e os feixes
Toda a identidade que existiu ou pode existir neste globo à míngua
Todas as vidas e mortes, todo o passado, o presente e o futuro
Todas as venturas, aventuras e desventuras
De um universo sempre prematuro
Foto: Brilha como o sol - João Viegas (olhares.aeiou.pt)

publicado por raulcordeiro às 12:06
link do post | comentar | favorito

PALAVRAS COM MÚSICA (SUSANA FÉLIX - FLUTUO)


publicado por raulcordeiro às 11:02
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Poderá algo domar este de...

. às vezes há tardes

. Medidas dos dias

. Feliz Ano Novo 2011

. The question of the year ...

. A pergunta do ano

. É Natal no meu jardim

. Supetão

. Olhares

. o meu espelho (letra de m...

.arquivos

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub